Seja o seu modelo de negócios

Construa sua marca pessoal, alavanque sua carreira e conquiste seus desejos

 

Você já se sentiu perdido ou inseguro para falar de si próprio e conquistar um novo projeto? Já se viu cheio de ideias, porém sem atitudes para colocá-las em prática? Resultado zero, certo? Se você quer dar um upgrade na sua carreira, seja encarar num novo negócio ou atrair o emprego dos sonhos saiba que investir na construção da sua marca pessoal pode ser o passo que faltava para garantir a tão sonhada mudança.

O Personal Branding (marca pessoal, em português) foi elaborado por Tom Peters, que afirma que são pessoas que comercializam a si mesmas e suas carreiras como marcas, ou seja, vendedoras de seu próprio produto. Eis que então surgiu o Personal Branding Canvas, ou Business Model You (modelo de negócios pessoal, em português) que é uma ferramenta importante e que vai ajudar você a traçar metas para sua vida e carreira, pois mapeia seus pontos fortes de forma clara e objetiva, por meio de tópicos. Foi elaborado por Tim Clark em parceria com Alex Osterwalder e Yves Pigneur, os mesmos criadores do canvas de negócios praticado pelos gestores em geral.

 

Como o canvas pessoal pode me ajudar?

 

Similar ao modelo de negócios, no qual se baseiam todas as premissas relacionadas ao cliente X produto, a ideia é identificar você, ou seja, seus recursos pessoais e como você pode se mostrar ao mundo conforme seus projetos.

Trata-se de um quadro de fácil personalização. Porém um profissional pode apoiá-lo neste primeiro passo e, melhor do que isso, no desenvolvimento das competências necessárias para projetar você aos seus objetivos. “O Personal Branding Canvas é uma ferramenta completa que, em parceria com o coaching, dá ao profissional um mapa completo para a estrada do sucesso!”, explica Tana Storani, career coach especializada no planejamento de carreira de profissionais expatriados, especialmente brasileiros na Irlanda, na conquista da carreira internacional.

 

Cada sonho que você deixa pra trás, é um pedaço do seu futuro que deixa de existir.

Steve Jobs

 

À prática: preenchendo o canvas

 

Para iniciar seu projeto, usaremos 9 tópicos: você vai levantar seus recursos (1), ou seja, quem é você e o que você tem: quais seus interesses? Quais suas habilidades, competências e talentos que poderão te levar às metas estipuladas? Como é sua personalidade? Aponte, também, sua experiência, seu networking e outros recursos, inclusive financeiros, que poderão te levar a conquistar seus objetivos.

Em segundo lugar, liste as atividades, ou seja, as tarefas que você executa, a importância delas, quais você mais tem afinidade e até aquelas que não te dão satisfação em fazer.

Quem você ajuda? (3) Ou seja, quem são seus ‘clientes’? Aqui vamos falar quem depende das suas tarefas na empresa onde você trabalha (ou quer trabalhar)? Ou ainda quem paga o seu salário? Se for um cliente, aponte as características dele, também.

Qual a sua proposta de valor? (4) Baseado nas suas competências, que valor você agrega à empresa ou ao seu cliente?

Falando em Canais, como e onde você pode ser visto? (5) Como anda a sua divulgação? Como você demonstra suas competências e como elas darão aos seus clientes garantia de satisfação?

Por falar em divulgação, como vocês mantêm relacionamento (6)? Como vocês interagem? O serviço é pessoal ou virtual (e-mails, redes sociais)? O seu cliente pode ser fidelizado? Se sim, como você se dedica ao pós-venda? E à sua prospecção?

Fonte de Receitas e Benefícios (7): podemos chamar de miniplano financeiro – o que você ganha e o que você gasta. Incluindo o tempo que você tem para se dividir entre carreira e vida pessoal – ou seja, tudo aquilo que tem valia para você.

Quem são seus parceiros (8)? Quem pode te ajudar a pôr a mão na massa? Quem te dá suporte profissional, seja prático, motivacional ou com oportunidades? Amigos, familiares, mentores ou outros?

Custos: o que você dá ao seu trabalho (9)? Pode ser tempo, energia, investimento financeiro ou outras despesas relacionados a deslocamento, vestuário, tecnologia e instalações.

 

Aprenda com o melhor, então adapte.

Tom Peters

 

Só isso basta?

 

Claro que não! O Canvas pode te dar um overview e a partir dele você investirá de fato no projeto – divulgar e vender! Parafraseando Antoine de Saint-Exupéry, em O Pequeno Príncipe, “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”, ou seja, é importante ter em mente que você é o único responsável pela mensagem emite, para quem e com que finalidade. Logo, esteja conectado com seus valores, missão e o completo desenvolvimento de suas potencialidades – isso é a sua mão de obra qualificada alinhada com o quê o mercado precisa e, melhor que isso, a aquilo que você deseja.

 

Esteja ‘conectado’

 

Depois de ter total domínio de suas próprias potencialidades, do ‘seu’ produto e conectar-se com seu ‘eu’, que tal se expor da melhor forma possível?

Nos dias de hoje, com a velocidade e a exposição das informações de forma rápida e fácil, ou seja, a internet e todas as suas ferramentas e mídias sociais – só no Brasil, são mais de 100 milhões de usuários apenas no Facebook e 25 milhões de usuários no LinkedIn -, é hora de transformar conhecimento em possibilidades e colocar seu modelo de negócios pessoal em prática.

Para Tana, a marca pessoal é muito importante, ainda mais no âmbito on-line pois é preciso mostrar para o mundo o quão bom você é e, assim, atrair novas oportunidades. “Não adianta nada você ser um ótimo profissional se apenas o seu colega do lado sabe disso”, revela.

Porém, tenha cuidado. “Se você postar fotos de gatos no Facebook as pessoas vão achar que você ama gatos. E se você postar fotos e fatos de sucesso da sua carreira?”, pergunta Tana. Ela lembra que atualmente muitas pesquisas antes de contratações de profissionais ou empresas são feitas por meio das redes sociais. “Com imagens e textos pertinentes e de qualidade as pessoas vão achar que você é um profissional de sucesso e melhor, recrutadores e outras empresas vão ao seu encontro para te contratar. Inclusive para uma carreira internacional”, completa ela.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

1 × 2 =